Diverticulose e diverticulite

setembro 2, 2009 às 3:57 pm | Publicado em Doenças | Deixe um comentário
Tags: , , ,

1imagesSempre em contato com bactérias e outros agentes infecciosos, o intestino está sempre exposto a várias doenças, algumas trariam problemas não fosse a própria função do órgão. É o caso da diverticulose, geralmente assintomática, mas que, ao evoluir para a diveticulite, pode ter graves conseqüências.
Diverticulose é a formação de várias bolsas na parede do intestino (divertículos), em direção ao exterior. O cólon sigmóide, parte final do intestino grosso, é onde ocorre a maioria dos casos. A causa é a deficiência de fibras na alimentação, que deixa as fezes sem a consistência adequada, aumentando a pressão dentro do tubo intestinal e facilitando a formação das bolsas.
Esse quadro é muito comum, cerca de um terço da população com mais de 50 anos de idade apresenta os divertículos. A prevalência sobe para 80% entre as pessoas com mais de 85 anos. Em geral, não há queixas, mas podem ocorrer dores na parte inferior esquerda do abdômen, prisão de ventre e leve diarréia.
Os divertículos funcionam como reservatórios, onde pequenas quantidades de fezes ficam estocadas, servindo de abrigo para bactérias. A diverticulite surge quando ocorre a inflamação do local. As dores aumentam e, junto com a constipação intestinal, vem a febre. Caso a doença se instale no lado direito do intestino, é mais comum acontecer sangramento. Existe o risco de perfuração do órgão, que pode causar inflamação generalizada na barriga.
O tratamento clínico da diverticulose envolve uma dieta rica em fibras e remédios para umedecer e aumentar o volume das fezes, facilitando a evacuação. Se o procedimento clínico não funcionar e a inflamação avançar, o paciente é encaminhado para a intervenção cirúrgica, em que o trecho do intestino comprometido pelos divertículos é retirado. Atualmente, a cirurgia pode ser feita por videolaparoscopia. As vantagens são enormes, como recuperação mais rápida e  cicatriz mínima no abdômen.

Anúncios

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: